Como fazer alistamento militar em São Paulo

Confira os procedimentos para fazer alistamento militar SP; veja também os documentos que devem ser apresentados na Junta Militar

Todos os jovens do sexo masculino que completam 18 anos têm de se alistar no Exército Brasileiro.

É com o alistamento militar que as Forças Armadas mantêm o seu efetivo, além de ter reservistas para o caso de ocorrência de uma greve ou conflito de grandes proporções.

Nem todos os jovens que se alistam acabam servindo ao exército: um grande número, aliás, é dispensado porque tem alguma característica que atrapalharia o desempenho. Veja como fazer o alistamento militar em SP e como ele funciona.


O que acontece quando o jovem faz alistamento militar em SP?

Primeiramente, esse jovem se apresenta a uma das Juntas Militares paulistas com os seus documentos e o exército dará a data na qual ele deve comparecer ao Tiro de Guerra.

Nesse dia, as autoridades militares anunciarão quais as pessoas estão convocadas ao serviço e quais estão dispensadas.

As que forem convocadas receberão orientações sobre quando se apresentar ao quartel e como funciona o serviço militar.

Os jovens que foram dispensados terão de cantar o hino nacional nesse mesmo dia e depois poderão ir embora, sendo orientados também sobre como retirar o documento chamado de reservista.

Uma vez no serviço militar, o jovem tem direito de expressar se quer ficar nas Forças Aéreas, no Exército ou na Aeronáutica.

O tempo durante o qual ele terá de servir obrigatoriamente é de um ano e, diferente do que alguns garotos pensam, eles não ficam completamente isolados das pessoas durante o tempo em que estão recrutados: eles podem ir para as suas casas nos finais de semana e algumas outras ocasiões.

A respeito dos reservistas, eles não terão mais de comparecer ao Tiro de Guerra e podem levar suas vidas normalmente.

Porém, eles ficam à disposição do exército brasileiro, como se estivessem em stand by: se houver uma guerra ou um conflito de grandes proporções, eles podem ser chamados ao serviço.

Como fazer alistamento militar em São Paulo


Como fazer o alistamento militar em SP

Para encontrar a Junta Militar mais próxima da sua residência em São Paulo, o cidadão pode fazer uma pesquisa no Google digitando o nome do seu bairro.

Depois, basta se dirigir ao local com os documentos necessários (veja a lista no próximo tópico).

Para o alistamento virtual, o jovem deve acessar o site do Exército Brasileiro e seguir as orientações abaixo:

  • Clica-se na opção “Quero me alistar”;
  • Escolhe-se uma das opções: problema de saúde, arrimo de família, convicção ideológica, nome social ou exterior. Quem não se relaciona a nenhuma dessas categorias, clica em “Alistamento”;
  • A próxima página é a Brasil Cidadão e o jovem terá de se cadastrar, seguindo todos os passos para acabar seu alistamento.

Documentos necessários para fazer alistamento militar em SP

Se o jovem prefere fazer o seu alistamento pessoalmente, na Junta Militar, ele deverá levar:

  • Declaração assinada de residência ou comprovante de residência;
  • Certidão de nascimento (o exército aceita também prova de naturalização);
  • Documento de identidade com foto.

No caso de quem faz alistamento virtual, é solicitado apenas o CPF e um formulário disponibilizado pelo site, que tem de ser preenchido.


Quem costuma ser dispensado do serviço militar?

Há algumas circunstâncias nas quais o jovem é liberado de cumprir o serviço militar, ou seja, ele se torna um reservista. Geralmente, são elas:

  • Quando ele tem alguma doença crônica, como asma;
  • Quando há deficiência física aparente ou deficiência mental;
  • Quando o jovem é de baixa estatura;
  • Quando ele é arrimo de família, o que significa que não há outra pessoa que cuide do sustento dos seus familiares enquanto ele estiver no serviço militar.

Em períodos nos quais há muitos jovens servindo nos quarteis, o Exército também costuma liberar vários alistados. Já quando há poucos recrutas, as convocações são mais numerosas.

Os jovens que estiverem em alguma dessas condições têm de fornecer comprovantes à Junta Militar.

São aceitos os exames e laudos médicos, documento de óbito de um dos responsáveis e comprovante de que não há outra pessoa para sustentar a família (de acordo com a orientação da Junta) e outros documentos adicionais, considerando cada caso.

As pessoas cuja crença ou ideologia filosófica não se encaixa no Exército não são automaticamente liberadas: elas podem ser convocadas para fazer os chamados “serviços alternativos”. É bom destacar que as mulheres não se alistam.


O que acontece se eu não me alistar para o exército?

Os homens que se tornam maiores de idade em 2019 e não fazem o alistamento até 28 de junho ficam com pendência no serviço militar.

As consequências são:

  • Não poder emitir passaporte ou renová-lo;
  • Não poder prestar vestibular, tanto em universidades públicas quanto nas privadas;
  • Não poder participar de concurso público.

Como fazer alistamento militar em São Paulo
5 (100%) 1 voto